terça-feira, 7 de julho de 2009

Olhar o Mundo



A manhã acordou
Olho em volta
Sinto um prazer imenso
Desta Paz que me domina
Encanto me com mais um dia de Verão
Penso então como a Vida é perfeita ou quase…
Grito ao Mundo todos devíamos girar volta d’Ele
Porque caímos por vezes na nossa própria teia?
O Mundo não gira à nossa volta!!!


Vamos todos olhar o "Mundo" com olhos de Ver



6 comentários:

O Profeta disse...

Ao meu querer!
Dias noites, estações esquecidas
Inventei sonhos para sonhar
Lavei mágoas, dores perdidas

Uma árvore toca as águas da lagoa
O nevoeiro faz desenhos nas cumeeiras
Um Melro negro solta um pio ao acaso
A palavra quero-te diz-se de mil maneiras


Convido-te a ver a Cor da Claridade


Doce beijo

mariabesuga disse...

O mundo não gira mesmo à nossa volta como tão bem diz o teu poema, Carla, mas há tanta gente a pensar que sim. É preciso esse grito que mude o sentido das mentalidades.
Beijinho

O Profeta disse...

Este mar de fresco azul
Estas pedras sentinelas constantes
Estas ondas que adormecem nelas
Vieram do mundo em formas navegantes

O amargo das uvas verdes
Cede ao sorriso do astro rei
O doce invade os sentidos
E a ternura impõe a sua lei


Boa semana


Mágico beijo

O Profeta disse...

Não me queres dizer onde mora o teu sorriso
Ausente do incontido abraço
Ausente das palavras felizes
Envolto em nuvem escura no espaço

Não me queres dizer o rumo
Que leva ao teu terno coração
Não me queres abrir as portas
Da cor vibrante da paixão?



Bom fim de semana



Doce beijo

Sonia Schmorantz disse...

Gostei de ler, gostei do jeito de ver o mundo e como o descreve em poemas.
Linda semana
abraço

Luis F disse...

Excelente espaço onde as palavras são pétalas de sensibilidade...

Gostei de ter conhecido este mundo e nele ter navegado com a minha náu

Parabéns
Luis